O Cântico dos Cânticos: uma ode à plena sexualidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54260/eb.v39i147.962

Palavras-chave:

Cântico dos Cânticos, gênero, mulheres, sexualidade, Bíblia

Resumo

O que dizer de um livro bíblico que segue a um só tempo desconhecido e urgente? O Livro do Cântico dos Cânticos se encaixa com perfeição nessa descrição. Erótico, constrangedor e ofegante, suas páginas escondem preciosas contribuições para a reflexão da sexualidade em geral e especificamente, das mulheres. Ao contrário do que se imagina, a sexualidade não é constituída por emoções inatas. No entanto, as construções sociais para homens e mulheres se apresentam de modo significativamente díspare. As expectativas que norteiam a conduta sexual feminina são, não apenas específicas, mas tolhedoras. Em uma sociedade regida por orientações androcêntricas, em muitos momentos, a sexualidade das mulheres não recebeu atenção em si mesma, mas sempre de forma mediada. Em tempos nos quais conservadorismos e moralismos ressoam como ortodoxia bíblica e cristã, este texto emerge como uma ode à plenitude da sexualidade. O que um livro como Cântico dos Cânticos tem a dizer em face destes cenários? Que tipo de hermenêutica é capaz de permitir a este texto a fala desimpedida e relevante? Uma das grandes contribuições do Livro de Cântico dos Cânticos reside em que o corpo é afirmado como fonte de prazer e espaço de criatividade que reflete a integralidade humana: personalidade e emoções, e assim, resgata a verdadeira natureza do que seja o sexo, cujo deleite toda mulher pode agora vivenciar, e é isso que este artigo pretende demonstrar.

Biografia do Autor

Karen de Souza Colares, Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, Belo Horizonte, Brasil

Doutora em Teologia e Mestra em Teologia (Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia), Especialista em Bíblia (Faculdades Est). Professora de Teologia em seminários eclesiais para leigos na cidade de Belo Horizonte.

Referências

BÍBLIA do Peregrino: edição de estudo. São Paulo: Paulus, 2017.

BOFF, Leonardo. O rosto materno de Deus. Petrópolis: Vozes, 2000.

D’ABREU, L. C. F. Psicologia & Sociedade. Pornografia, desigualdade de gênero e agressão sexual contra mulheres. 25(3), 592-601. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822013000300013>. Acesso em 25 Mar. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-71822013000300013

DELGADO, Teresa. Este é meu corpo… que dou a vocês: antropologia teológica latina/mente. In: ABRAHAM, Susan; PROCARIO-FOLEY, Elena. Nas fronteiras da Teologia Feminista católica. São Paulo: Editora Santuário, 2013. p. 39-65.

FRETTLOEH, Magadelene Luise. O amor é forte como a morte: uma leitura de Cântico dos Cânticos com olhos de mulher. Revista Fragmentos de cultura, Goiânia, v. 12, n. 4, p. 633-642, jul./ago. 2002.

HOOKS, Bell. Uma política sexual feminista: uma ética de liberdade mútua. In: HOOKS, Bell. O feminismo é para todos: políticas arrebatadoras. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 2018. p. 101-107.

PEREIRA, Nancy Cardoso. Ah!... O amor em delícias! Ribla – Revista de Interpretação Bíblica Lati-no-Americana, Petrópolis, v. 15, n. 2, p. 143-155, 1993.

SCHÜSSLER FIORENZA, Elisabeth. Violência contra a mulher. Revista Concilium, Petrópolis, v. 2, n. 252, p. 5-25, 1994.

SILVA, Júlio César Casarin Barroso. Liberdade de expressão, pornografia e igualdade de gênero. Estudos Feministas, Florianópolis, v. 21, n. 1, p.143-165, jan.-abr. 2013. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-026X2013000100008

UEHLINGER, Christoph. Cântico dos Cânticos. In: RÖMER, Thomas; MACCHI, Jean-Daniel; NI-HAN, Christophe (Orgs.). Antigo Testamento: história, escritura e teologia. São Paulo: Loyola, 2010. p. 637-652.

WOLF, Naomi. O mito da beleza: como as imagens de beleza são usadas contra as mulheres. Rio de Janeiro: Rosa dos Campos, 2020.

SCHWIENHOST-SCHÖNBERGER, Ludger. O Cântico dos Cânticos. In: ZENGER, Erich; BRAU-LIK, Georg; NIEHR, Herbert; STEINS, Georg; ENGEL, Helmut; SCHWIENHOST-SCHÖNBERGER, Ludger; SCHROER, Silvia; MARBÖCK, Johannes; JÜNGLING, Hans-Winfried; MEYER, Ivo; HOS-SFELD, Frank-Lothar (Orgs.). Introdução ao Antigo Testamento. São Paulo: Loyola, 2003. p. 340-348.

Downloads

Publicado

11/03/2024

Como Citar

COLARES, K. de S. O Cântico dos Cânticos: uma ode à plena sexualidade. Estudos Bíblicos, São Paulo, v. 39, n. 147, p. 91–102, 2024. DOI: 10.54260/eb.v39i147.962. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/962. Acesso em: 16 abr. 2024.