Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF. Os dados de autoria foram retirados do corpo do texto e das propriedades do documento, garantindo um processo de revisão duplo-cega.
  • Quando disponível, os URLs para as referências foram fornecidos.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue rigorosamente os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • A submissão do manuscrito respeita a proposta ética da revista, de acordo com o item Ética e retratação e os autores estão cientes que as demandas sobre declarações inexatas ou falsas são de sua inteira responsabilidade (Art. 298 e 299 do Código Penal Brasileiro)

Diretrizes para Autores

Informações gerais para submissão

 

  • Áreas: a Estudos Bíblicos aceita textos de pesquisa e hermenêutica bíblica que dialoguem com a prática pastoral, em perspectivas ecumênica, latino-americana e brasileira.
  • Modalidade de texto: os textos submetidos devem enquadrar-se em uma das modalidades abaixo:
    • Dossiê: artigos científicos originais respondendo à temática do dossiê divulgada em Chamada de Artigos.
    • Artigos de temática livre: artigos científicos originais que correspondam ao foco e escopo da revista.
    • Comunicações: reflexões temáticas, textos apresentados em eventos, ensaios, estudos de caso, relatos de experiência, entrevista e outros textos que não se encaixem em outras seções da revista.
    • Resenhas: resenhas feitas por especialistas apresentando uma leitura crítica de obras (livros, filmes, obras artísticas) recentes na temática bíblica.
  • Titulação: para artigos, a titulação mínima deve ser de mestrando. Para as outras modalidades, não há restrições.
  • Responsabilidades das autoras e dos autores: os textos devem ser inéditos e não estar em processo de revisão por outro meio de publicação. Os textos publicados são de responsabilidade das autoras e autores. O texto deve apontar financiamento da pesquisa, caso houver.
  • Taxas: Estudos Bíblicos não cobra nenhuma taxa para submissão ou publicação de artigos.
  • Direitos autorais: no processo de submissão do texto, as autoras e os autores devem informar que cedem os direitos autorais e de publicação impressa e eletrônica à Estudos Bíblicos e que não há nenhum conflito de interesse quanto ao mesmo. Os direitos de publicação em outros tipos de veiculação se mantém para os autores, desde que a publicação original seja referenciada. Os textos podem ter sido apresentados anteriormente em eventos científicos ou ainda serem partes de trabalhos monográficos, desde que a informação esteja expressamente indicada em nota de rodapé. O autor também pode submeter à revista uma tradução do manuscrito para publicação bilingue, desde que se responsabilize pela tradução.
  • Comitê de ética: caso a pesquisa seja experimental e feita com humanos, as autoras e os autores devem informar na metodologia o número do projeto aprovado no comitê de ética.
  • Línguas: podem ser submetidos textos em português, espanhol, inglês, italiano, francês e alemão.
  • Submissão de texto: a submissão deve ser feita on-line, pela plataforma OJS.
  • Informações sobre autores: as autoras e os autores deverão manter atualizado o seu perfil cadastral com os seguintes dados:
    • Nome completo e sem abreviações;
    • Código Orcid. Caso não tenha, favor proceder com o registro básico no site, anda que seja feito o preenchimento dos dados do currículo posteriormente, pois trata-se de um dado importante para indexadores;
    • Titulações, apontando o grau, título e instituição que o concedeu;
    • Afiliação institucional, indicando a instituição, cidade, estado e país;
    • E-mail;
    • Dados gerais de contato.

 

Formatação

 

Geral

  • Página: Margens: superior e esquerda 3 cm, inferior e direita 2 cm. Editor de texto: Word for Windows ou OpenOffice.
  • Número de páginas: até 15 páginas para artigos, até 10 páginas para comunicação e até 6 páginas para resenha. Textos maiores devem apresentar uma justificativa em nota ao editor na ocasião da submissão do arquivo.
  • Espaçamento: todo o artigo deve ser escrito em espaço simples, sem espaço entre os parágrafos. A primeira linha do parágrafo deve ser recuada à esquerda em 1,25 cm. O texto deve ser distribuído de forma justificada, com exceção dos títulos e referências, alinhados à esquerda.
  • Fonte: a fonte Times New Roman tamanho 12 deve ser usada para os títulos, nomes das autoras e dos autores e para os textos. As exceções são para notas de rodapé e citações diretas longas, que devem estar em Times New Roman tamanho 10. O título do artigo ou os títulos do texto devem ter somente a primeira letra em maiúscula.
  • Línguas bíblicas: caracteres em grego ou hebraico não devem ser usados. Quando essenciais para a compreensão, os termos devem vir transliterados, grafados em itálico e sempre acompanhados da tradução em português. Deve ser indicada a fonte bibliográfica usada como referência para a transliteração.
  • Títulos: os títulos primários e secundários devem ser apresentados em negrito e numerados, iniciando da introdução, no formato “1”, “1.1”, “1.1.1” e assim, sucessivamente. Entre a numeração e o título, não se deve utilizar ponto. O título do artigo, bem como os títulos secundários, devem ter somente a primeira letra em maiúscula.
  • Tabelas e ilustrações: devem ser apresentadas em alta resolução, junto ao texto, numeradas, com título e fonte correspondente. Deve-se indicar caso de adaptação ou tradução. Exemplo de título e indicação de fonte:

Figura 1 – Selo pertencente a um alto oficial de Jeroboão II.

Fonte: Kaefer (2015). ou Fonte: Adaptado de Kaefer (2015).

  • Itálico: no texto, evitar o uso de caixa alta, ou seja, não escrever palavras inteiras com letra maiúscula. Evitar também o uso de negrito. Em geral, usar apenas itálico para o caso de termos estrangeiros, palavras em destaque, títulos de livros ou revistas etc.
  • Gênero: os debates sobre gênero já estão fornecendo bastante contribuições, tendo presente sobretudo o ponto de vista das mulheres. Por isso evitar o genérico “homem” e explicitar homem e mulher, ou pessoa, ou ser humano, ou outros termos. Incluir as mulheres, tanto na linguagem quanto na perspectiva de reflexão quanto na tarefa específica de escrever.
  • Visão latino-americana: procurar partir sempre de nossa realidade latino-americana. Também no que se refere à bibliografia utilizada, não dialogar somente com textos de outras regiões, mas priorizar a produção bíblica da América Latina. Enfim, trata-se de privilegiar a nossa hermenêutica.
  • Dados de autoria: todos os dados sobre as autoras e autores são inseridos na submissão e devem ser retirados do corpo do texto e das propriedades do arquivo.
  • Para outras questões, seguir a normatização vigente da ABNT.

 

Citações

As citações no texto devem ser apresentadas no formato “autor-data”, segundo as recomendações vigentes da ABNT. O número da página é obrigatório somente em citações diretas.

Na forma textual:

  • Anderson (1988, p. 25)
  • Fernandes e Grenzer (2011)
  • Schlaepfer, Orofino e Mazzarolo (2004)
  • Echegaray et al. (2010, p. 27)

Após a citação:

  • (ANDERSON, 1988, p. 25).
  • (FERNANDES; GRENZER, 2011).
  • (SCHLAEPFER; OROFINO; MAZZAROLO, p. 74).
  • (ECHEGARAY et al., 2010).

Citações bíblicas: as únicas abreviações usadas são as dos livros bíblicos, seguindo o sistema da “Bíblia Sagrada” da Editora Vozes, que coincide com o da “Bíblia de Jerusalém”, da Editora Paulus. Como exceção à normativa citada, deve-se utilizar o travessão para indicar continuidade entre capítulos. As citações de capítulos e versículos devem ser apresentadas completas, não utilizando o “s” ou “ss”. Conferir todas as citações com a própria Bíblia, pois frequentemente há erros de digitação de números.

"Confira": não usar as abreviações de “cf.” mas dar informações precisas como: veja, compare, conferir, ou ou­tras, que deem tom de diálogo com o leitor.

 

REFERÊNCIAS

 

  • As referências devem seguir as normativas vigentes da ABNT, sendo o destaque das obras feito em itálico.
  • Evitar utilizar a sigla “et al.” para identificar mais de três autoras ou autores.
  • Caso a obra esteja disponível on-line, sempre indicar link para acesso.
  • Quando houver obras de um mesmo autor, repetir o nome, não usar "______.".
  • Seguem alguns exemplos:

 

> LIVROS

MAZZAROLO, Isidoro; FERNANDES, Leonardo Agostini; LIMA, Maria de Lourdes Corrêa (Orgs.). Exegese, teologia e pastoral: relações, tensões e desafios. Santo André: Academia Cristã; Rio de Janeiro: PUC-Rio, 2015.

SCHWANTES, Milton. História de Israel: local e origens. 3. ed. São Leopoldo: Oikos, 2008. v. 1.

TISCHENDORF, Constantin von. Novum Testamentum graece. 8th ed. Leipzig: Giesecke & Devrient, 1869. v. 1.

 

> CAPÍTULOS DE LIVROS

ARTUSO, Vicente. Súplica por libertação de um perseguido: Salmo 54. In: GERSTENBERGER, Erhard S.; ROSSI, Luiz Alexandre Solano. (Orgs.). Salmos: experiência de Deus na vida do povo. Santo André: Academia Cristã, 2015. p. 71-82.

KONINGS, Johan. A palavra de Deus entre a letra e o espírito. In: GASDA, Élio Estanislau (Org.). Sobre a palavra de Deus: hermenêutica bíblica e teologia fundamental. Petrópolis: Vozes, 2012. v. 1, p. 11-22.

PEREIRA, Nancy Cardoso. “O meu povo será como árvore.” Florestas, trabalho e ídolos em Isaías 44. In: KAEFER, José Ademar; JARSCHEL, Haidi (Orgs.). Dimensões sociais da fé do Antigo Israel: uma homenagem a Milton Schwantes. São Paulo: Paulinas, 2007. p. 101-120.

SILVA, Valmor da. Leituras do Êxodo na América Latina. In: REIMER, Haroldo; SILVA, Valmor da (Orgs.). Libertação – Liberdade. Novos olhares: contribuições ao II Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica. São Leopoldo: Oikos; Goiânia: UCG, 2008. p. 13-26.

  

> DICIONÁRIOS E VERBETES

ANDRADE, Aíla Luzia Pinheiro de. Recepção judaica e cristã da Bíblia. In: MORI, Geraldo Luiz de (Ed.). Theologica Latinoamericana. Enciclopédia Digital. Disponível em: http://theologicalatinoamericana.com/?p=171. Acesso em: 10 jun. 2020.

ESSER, Hans H. Misericórdia, Compaixão. In: COENEN, Lothar; BROWN, Colin. Novo dicionário internacional de teologia do Novo Testamento. 3. ed. São Paulo: Vida Nova, 1985. p. 176-182.

 

> ARTIGOS CIENTÍFICOS

ANDERSON, Ana Flora; GORGULHO, Gilberto. A mulher na memória do êxodo. Estudos Bíblicos, Petrópolis, n. 16, p. 38-51, 1988.

GARMUS, Ludovico. Noé, o descanso e consolo em meio aos trabalhos (Gn 6-9). Grande Sinal, Petrópolis, v. 65, p. 149-156, 2011.

MESTERS, Carlos; OROFINO, Francisco. Los dos Decálogos en defensa de la vida. Revista de Interpretación Bíblica Latinoamericana, Quito, n. 65, p. 68-76, 2010. Disponível em: https://www.centrobiblicoquito.org/images/ribla/65.pdf. Acesso em: 10 jun. 2020.

PEREIRA, Ney Brasil. Misericórdia, amor, bondade: a misericórdia que Deus quer. Cadernos Teologia Pública, São Leopoldo, v. 12, n. 105, p. 3-16. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/images/stories/cadernos/teopublica/105_cadernosteologiapublica.pdf. Acesso em: 10 dez. 2016.

SIQUEIRA, Tércio Machado. O evangelho do Antigo Testamento. Estudos Bíblicos, Petrópolis, n. 51, p. 23-31, 1996.

 

> TRABALHOS ACADÊMICOS, DISSERTAÇÕES E TESES

CATENASSI, Fabrizio Zandonadi. Análise narrativa da transgressão em Cades (Números 13-14): função literária na unidade e na composição do Pentateuco. 2018. Tese (Doutorado em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2018.

MARIANNO, Lilia Dias. A ameaça que vem de dentro: um estudo sobre as relações entre judaítas e estrangeiros no pós-exílio em perspectiva de gênero. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Faculdade de Filosofia e Ciências da Religião, Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2007.

  

> ARTIGOS NA INTERNET

INTERNET e estudo conectam sonhos de jovens nas periferias brasileiras. Nações Unidas Brasil, Brasília, 17 set. 2021. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/144870-internet-e-estudo-conectam-sonhos-de-jovens-nas-periferias-brasileiras. Acesso em: 23 jan. 2017.

SILVA, Airton José da. Os governos de Saul, Davi e Salomão. Disponível em: https://airtonjo.com/site1/historia-12.htm. Acesso em: 5 out. 2020.

SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL A tradução da Bíblia para línguas minoritárias. Disponível em: https://biblia.sbb.org.br/historia-da-traducao-da-biblia/a-traducao-da-biblia-para-linguas-minoritarias. Acesso em: 6 mar. 2020.

TOGNERI, Silvia. Como ler a Bíblia. aBíblia.org, [s. l.], 1 set. 2012. Disponível em: https://www.abiblia.org/ver.php?id=4560. Acesso em: 25 abr. 2021.

Estrutura de artigos/comunicações

  • Título (centralizado, negrito).
  • Título em inglês (centralizado, itálico).
  • Resumo e abstract, com 150-250 palavras, seguidos de 3-5 palavras-chave, separadas por ponto final. O abstract deve ser apresentado em inglês.
  • Introdução (negrito, numerada), explicitando o objetivo do trabalho e a metodologia utilizada.
  • Texto, dividido por títulos (negrito, numerados).
  • Considerações finais (negrito, numerada).
  • Referências: citadas em ordem alfabética, sem recuos, separadas por um espaço simples.

Estrutura da resenha

  • O título deve ser “Resenha” (centralizado, negrito).
  • Referência da obra, segundo normatização da ABNT. Inserir obrigatoriamente número de páginas e coleção (caso houver).

 

Artigos - Dossiê

Os artigos submetidos à Estudos Bíblicos podem ser originais ou de revisão, sendo que cada volume mantém um mínimo de 60% de artigos originais. A partir de 2021, os artigos são divididos em duas subseções: “Artigos - Dossiê”, reunindo artigos na temática proposta pela chamada do número, e “Artigos - Temática livre”, reunindo textos de diversos temas. O número de artigos pode variar por fascículo, sendo um mínimo de 16 por volume. A estrutura do artigo deve seguir as diretrizes para autores. Há uma pré-avaliação dos editores, considerando adequação ao foco/escopo, missão, e descritores, a relevância do tema, a formatação e a adequação geral às normas da revista. Após isso, são submetidos a uma avaliação por dois pareceristas ad hoc no formato duplo-cega (ou double blind review).

Artigos - Temática livre

Os artigos submetidos à Estudos Bíblicos podem ser originais ou de revisão, sendo que cada volume mantém um mínimo de 60% de artigos originais. A partir de 2021, os artigos são divididos em duas subseções: “Artigos - Dossiê”, reunindo artigos na temática proposta pela chamada do número, e “Artigos - Temática livre”, reunindo textos de diversos temas. O número de artigos pode variar por fascículo, sendo um mínimo de 16 por volume. A estrutura do artigo deve seguir as diretrizes para autores. Há uma pré-avaliação dos editores, considerando adequação ao foco/escopo, missão, e descritores, a relevância do tema, a formatação e a adequação geral às normas da revista. Após isso, são submetidos a uma avaliação por dois pareceristas ad hoc no formato duplo-cega (ou double blind review).

Comunicações

Publica textos no formato de ensaio, relato de caso, relatórios de pesquisas em andamento, reflexões temáticas, entrevistas e textos que não se encaixam em outras seções. A avaliação é feita pela equipe editorial, a partir das normas da revista e, caso aprovadas, são submetidas a dois pareceristas para avaliação no formato duplo-cega.

Resenhas e recensões

A revista aceita resenhas e recensões de livros, de forma descritiva ou crítica. O texto é avaliado por um membro do conselho científico e pelo corpo de editores.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.