Maria, minha mãe... nasci mulher, é suficiente! (Algumas reflexões mergulhando em Jo 2,1-12)

Autores

  • Nilva Dircksen Israel

Palavras-chave:

Maria, mãe

Resumo

.

Referências

ALVES, Rubem. A Festa de Maria. Campinas: 2ª Ed., Papirus.

BARROS, Maria Nazareth Alvim de. As Deusas, as bruxas e a Igreja. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 2001.

Dicionário de Teologia Feminista. Petrópolis: Vozes, 1997.

SANTISO, Maria Tereza P. A Mulher Espaço de Salvação. São Paulo: Paulinas.

Bíblia Sagrada, Edição Pastoral. São Paulo: Paulus, 1991.

PEREIRA, Nancy Cardoso. Amantíssima e só. São Paulo: Olho D’Água, 1999.

SOAVE, Maria. Luas ... Cantos e encantos dos Evangelhos. São Paulo: Paulus, 2000.

SOAVE, Maria. A Amante, A Sábia, AGuerreira, AFeiticeira. São Leopoldo, Centro de Estudos Bíblicos, 2002.

RUETHER, Rosemary R. Sexismo e Religião. São Leopoldo: Sinodal.

MURARO, Rose Marie. A Mulher no Terceiro Milênio. Rio de Janeiro: 3a Ed., Rosa dos Tempos.

REIMER, Ivoni Richter. O Belo, as Feras e o Novo Tempo. São Leopoldo/Petrópolis: CEBI/Vozes, 2000.

Downloads

Publicado

24/01/2022

Como Citar

ISRAEL, N. D. . Maria, minha mãe... nasci mulher, é suficiente! (Algumas reflexões mergulhando em Jo 2,1-12). Estudos Bíblicos, São Paulo, v. 20, n. 75, p. 11–21, 2022. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/815. Acesso em: 1 mar. 2024.