A simbologia da resistência política em textos sagrados: Hermenêutica a partir de Ap 17,1-18

Autores

  • Jair Rodrigues Melo Universidade Católica de Pernambuco, Brasil

Palavras-chave:

Apocalipse, Símbolos, Império Romano, Resistência sociorreligiosa

Resumo

O presente artigo versa sobre a simbolização da resistência política presente em Apocalipse 17,1-18. Nesse sentido, busca-se analisar as relações entre o conjunto de símbolos utilizados no texto e a resistência política das comunidades cristãs diante da opressão do Império Romano no alvorecer do cristianismo. A partir de uma metodologia de natureza bibliográfica, o
presente trabalho fomenta uma reflexão crítica entre o texto e o contexto do Apocalipse enquanto literatura engajada diante da oposição a condições opressoras às quais muitas comunidades cristãs estavam submetidas. Está dividido em duas partes: o Apocalipse em seu contexto sociopolítico e análise hermenêutica de Ap 17,1-18 a partir do uso de símbolos no texto em questão como resistência política.

Biografia do Autor

Jair Rodrigues Melo, Universidade Católica de Pernambuco, Brasil

Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Católica de Pernambuco, doutorando em Ciências da Religião pela Universidade Católica de Pernambuco. Graduado em História pela Universidade Regional do Cariri, Bacharel em Psicologia pela Faculdade de Ciências Aplicadas Dr. Leão Sampaio.

Referências

ARENS, Eduardo.; MATEOS, Manuel Díaz. O Apocalipse: a força da esperança. São Paulo: Loyola, 2000.

AUNE, David E. Apocalypticism, prophecy and Magic in Early Christianity. Indiana, Mohr Siebeck, 2006.

BÍBLIA DE JERUSALÉM. São Paulo: Paulus, 2002.

BROWN, Raymond E. A comunidade do discípulo amado. São Paulo: Paulinas, 1992.

HOWARD-BROOK, Wes; GWYTHER, Anthony. Desmascarando o imperialismo: a interpretação do Apocalipse ontem e hoje. São Paulo: Loyola/Paulus, 2003.

MATOS, Henrique Cristiano José. Introdução à História da Igreja (vol. 1). Belo Horizonte: Editora O Lutador, 1997.

MESTERS, C.; OROFINO, F. Apocalipse de São João: A teimosia da fé dos pequenos. Petrópolis: Vozes, 2008.

MOUNCE, Robert H. The Book of revelation. Michigan: B. Erdmans, 1998.

PRIGENT, Pierre. O Apocalipse. São Paulo, Loyola. 1993.

TUÑI, Josep Oriol; ALEGRE, Xavier. Escritos joaninos e cartas católicas. São Paulo: Ave Maria, 1999.

Downloads

Publicado

16/10/2021

Como Citar

MELO, J. R. A simbologia da resistência política em textos sagrados: Hermenêutica a partir de Ap 17,1-18. Estudos Bíblicos, São Paulo, v. 30, n. 119, p. 257–265, 2021. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/277. Acesso em: 1 mar. 2024.