Salmo 120: o lamento de um pastor marginalizado

Autores

Palavras-chave:

Cânticos das Subidas, lamentação, angústia, guerra e paz

Resumo

O Salmo 120 abre a coleção Cânticos das Subidas. Esta posição assinala o grau de importância desta composição. O gênero lamentação marcou a liturgia, particularmente, dos séculos VI e V aC. No caso do Salmo 120, o salmista é uma pessoa atormentada pela calúnia dos proprietários de ovelhas de duas localizações estrangeiras. Servindo como pastor, o salmista sente-se marginalizado pelos donos do gado. Sem forças para reagir contra as forças opressoras, o queixoso pontua a sua oração em três partes: “livra minha vida dos lábios mentirosos”; “Ai de mim!”; e “Eu sou paz”. Estas três expressões ajudam a revelar o caráter desse piedoso judeu que, em consequência da guerra, migrou para regiões vizinhas em busca de trabalho e subsistência.

Biografia do Autor

Tércio Machado Siqueira, Universidade Metodista de São Paulo, Brasil

Doutor em Ciências da Religião (Universidade Metodista de São Paulo). Mestre em Artes (School of Theology at Claremont, Claremont). Professor titular da Universidade Metodista de São Paulo, Brasil.

Referências

AHARONI, Y.; AVI-YONAH, M.; ZE‘EV SAFRAI, A.F. Rainey. Atlas Bíblico. Rio de Janeiro: CPAD, 1999.

ALTER, Robert. The Book of Psalms. New York/London: W.W. Norton & Company, 2007.

SCHÖKEL, L.A.; CARNITI, C. Salmos II,.

SCHWANTES, Milton. Salmos da Vida a caminho da justiça, São Leopoldo: Oikos Editora, 2012.

WESTERMANN, Claus. Teologia do Antigo Testamento. São Paulo: Paulinas.

Downloads

Publicado

14/10/2021

Como Citar

SIQUEIRA, T. M. . Salmo 120: o lamento de um pastor marginalizado. Estudos Bíblicos, São Paulo, v. 31, n. 123, p. 301–309, 2021. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/221. Acesso em: 4 out. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>