Um Messias de guerra ou de paz? As contradições e a polifonia em Miqueias 5,4-14 à luz da retórica e da teologia do livro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54260/eb.v38i146.978

Palavras-chave:

Miquéias, guerra, paz, polifonia, Messias

Resumo

Este artigo objetiva discutir o conteúdo teológico de Mq 5,4-14, um julgamento implacável de Deus e aparentemente contraditório, a partir do estudo da estrutura retórica do livro e da profecia em questão, bem como da análise teológica. Considerando o texto final como produto de uma redação escribal pós-exílica, refletimos sobre como essa profecia harmoniza as diferentes concepções teológicas de seu tempo – a proclamação de um Messias da paz e a defesa da violência refletida no aniquilamento implacável contra os inimigos. Não foram subtraídos da profecia de Mq 5,4-14 os conflitos de seu tempo. As opções estilísticas que configuram a estrutura retórica polifônica do texto representam as diferentes vozes que estão no interior do ser humano. Retratam uma sociedade dividida, saindo de um período de profunda crise cultural, política, econômica e religiosa. A Jerusalém em reconstrução está em busca de sua nova identidade nacional que construa um novo modelo de vida, e o caminho é a busca pela unidade. Sendo assim, há certa harmonia no arranjo final de Mq 5,4-14: a justiça divina extermina a falsa certeza do militarismo e pede uma estrutura religiosa ética; a paz não é a ausência da guerra, implica responsabilidade pessoal na construção de um novo mundo e a luta pela construção de novas relações.

Biografia do Autor

Fabrizio Zandonadi Catenassi, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Londrina, Brasil

Doutor em Teologia e Mestre em Teologia (Pontifícia Universidade Católica do Paraná). Docente na Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Londrina, Brasil.

Ildo Perondi, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Londrina, Brasil

Doutor em Teologia Bíblica (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), Mestre em Teologia Bíblica (Pontifícia Universidade Urbaniana). Docente no Programa de Pós-Graduação em Teologia na Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, Brasil.

Referências

ALONSO SCHÖKEL, Luis; SICRE DÍAZ, José. Luis. Profetas. Madrid: Cristiandad, 1980. v. 2.

ANDIÑACH, Pablo R. Introdução hermenêutica ao Antigo Testamento. São Leopoldo: EST, 2015.

BIBLIA Hebraica Stuttgartensia. 5. ed. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft; Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1990.

CATENASSI, Fabrizio Zandonadi. A paz messiânica e o julgamento implacável de Deus. Miquéias 5,4-14. In: ROSSI, Luiz Alexandre Solano. Miqueias: memórias libertadoras de um líder camponês. São Paulo: Paulinas, 2016. p. 112-135.

CATHCART, Kevin J. Micah 5,4-5 and Semitic incantations. Biblica, Roma, v. 59, p. 38-48, 1978.

CATHCART, Kevin J. Notes on Micah 5,4-5. Biblica, Roma, v. 49, p. 511-514, 1968.

FARIA, Jacir de Freitas. Profetas e profetisas na Bíblia: história e teologia profética na denúncia, solução, esperança, perdão e nova aliança. São Paulo: Paulinas, 2018.

FRANCISCO. Com as armas destrói-se qualquer esperança de paz. L’Osservatore Romano, Cidade do Vaticano, 17 maio 2023. Disponível em:

https://www.osservatoreromano.va/pt/news/2023-05/por-020/com-as-armas-destroi-se-qualquer-esperanca-de-paz.html#:~:text=Com%20as%20armas%20destr%C3%B3i-se%20qualquer%20esperan%C3%A7a%20de%20paz,do%20Regina%20caeli%20de%20domingo%2014%20de%20maio. Acesso em: 27 maio 2023.

HAHN, Noli Bernardo. A profecia de Miquéias e "meu povo": memórias, vozes e experiências. Estudos Bíblicos, Petrópolis, v. 20, n. 73, p. 92–101, 2002. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/847. Acesso em: 10 mar. 2023.

HILLERS, Delbert R. Micah: A commentary on the Book of the Prophet Micah. Philadelphia, Fortress, 1984.

JACOBS, Mignon R. The conceptual coherence of the Book of Micah. Sheffield: Sheffield Academic, 2001.

JENSON, Philip Peter. Obadiah, Jonah, Micah: a theological commentary. New York: T & T Clark, 2008.

LABERGE, Léo. Miquéias. In: BROWN, Raymond E.; FITZMYER, Joseph A.; MURPHY, Roland E. (Eds.). Novo comentário bíblico São Jerônimo: Antigo Testamento. São Paulo: Academia Cristã; Paulus, 2007. p. 511-522.

LAGO, Lorenzo. Miquéias: resistir ou perdoar? Estudos Bíblicos, Petrópolis, v. 19, n. 72, p. 21–34, 2001. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/851. Acesso em: 10 mar. 2023.

MACCHI, Jean-Daniel. Miquéias. In: RÖMER, Thomas; MACCHI, Jean-Daniel; NIHAN, Christophe (Orgs.). Antigo Testamento: história, escritura e teologia. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2015. p. 519-526.

MARKS, Herbert. Os Doze Profetas. In: ALTER, Robert; KERMODE, Frank (Orgs.). Guia literário da Bíblia. São Paulo: Unesp, 1997. p. 223-250.

PIXLEY, Jorge. Miquéias o livro e Miqueias o profeta. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, Petrópolis, n. 35/36, p. 206-211, 2000.

SCALABRINI, Patrizio Rota. Livros proféticos. Petrópolis: Vozes, 2019.

WOLFF, Hans Walter. Micah: a commentary. Minneapolis: Augsburg, 1990. DOI: https://doi.org/10.2307/j.ctv1hqdhf9

WOUDE, A. S. van der. Micah in dispute with the Pseudo-Prophets. Vetus Testamentum, Leiden, v. 19, p. 244-260, 1969. DOI: https://doi.org/10.1163/156853369X00491

ZABATIERO, Júlio Paulo Tavares Mantovani. Miquéias – voz dos sem-terra. Petrópolis: Vozes; São Leopoldo: Sinodal.

ZENGER, Erich. O livro de Miquéias. In: ZENGER, Erich; BRAULIK, Georg; NIEHR, Herbert; STEINS, Georg; ENGEL, Helmut; SCHWIENHOST-SCHÖNBERGER, Ludger; SCHROER, Silvia; MARBÖCK, Johannes; JÜNGLING, Hans Wilfried; MEYER, Ivo; HOSSFELD Frank-Lothar. Introdução ao Antigo Testamento. São Paulo: Loyola, 2003. p. 505-512.

Downloads

Publicado

23/06/2023

Como Citar

ZANDONADI CATENASSI, F.; PERONDI, I. Um Messias de guerra ou de paz? As contradições e a polifonia em Miqueias 5,4-14 à luz da retórica e da teologia do livro. Estudos Bíblicos, São Paulo, v. 38, n. 146, p. 169–183, 2023. DOI: 10.54260/eb.v38i146.978. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/978. Acesso em: 3 mar. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>