A fraternidade da igreja de Tessalônica como resistência à vida social no império (1 Tessalonicenses 1,1-10)

Autores

Palavras-chave:

1 Tessalonicenses, fraternidade, justiça, resistência

Resumo

O presente artigo analisa o início da Primeira Carta aos Tessalonicenses (1Ts 1,1-10), na ótica da libertação. A carta entrevê uma comunidade pobre, que busca caminhos de libertação pelo direito e pela justiça. Ela procura pôr em prática o verdadeiro conceito de justiça, conforme a proposta de Jesus, fazendo-o com radicalidade, expressa em uma consistente vida fraterna. Essa nova forma de relações é uma ameaçadora mensagem de resistência a valores do império. Rompe com o conformismo que aceita passivamente as estruturas que levam à morte. Ensina a vigorosa libertação dos ídolos, feita com base em um cristianismo que transborda em novas relações e ações, que se espalham com a dynamis do Espírito, não em forma de discurso bem-elaborado, mas de testemunho bem vivido, que contagia e constrói um novo futuro. Ainda que a libertação não seja a proposta das políticas públicas imperiais, há um grande processo libertador no coração da Igreja de Tessalônica, que se dá pela fraternidade que unia os irmãos, alicerçada na fé, esperança e caridade.

Biografia do Autor

Fabrizio Zandonadi Catenassi, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Brasil

Doutor em Teologia (Pontifícia Universidade Católica do Paraná), Mestre em Teologia (Pontifícia Universidade Católica do Paraná). Professor de Antigo e Novo Testamento na Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Ildo Perondi, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Brasil

Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Mestre em Teologia Bíblica pela Universidade Urbaniana, Roma. Professor de Sagradas Escrituras na Graduação e no Programa de Pós-graduação em Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Referências

BARBAGLIO, G. As cartas de Paulo (II). São Paulo: Loyola, 1989.

BOSCH, J.S. Escritos Paulinos. São Paulo: Ave-Maria, 2002.

CATENASSI, F.Z. 1 Tessalonicenses 1,1-10: fé, esperança, caridade... e resistência. In: ROSSI, L.A.S. (org.). 1 Tessalonicenses: fé, esperança, amor e resistência. São Paulo: Paulinas, 2017, p. 29-50.

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL. Campanha da fraternidade 2019. Texto-base. Brasília: CNBB, 2019.

COLLINS, R.F. A Primeira Carta aos Tessalonicenses. In: BROWN, R.E. et al. Novo Comentário Bíblico São Jerônimo. Novo Testamento e artigos sistemáticos. São Paulo: Academia Cristã; São Paulo: Paulus, 2011, p. 407-420.

DONFRIED, K.P. Os cultos imperiais de Tessalônica e o conflito político em 1 Tessalonicenses. In: HORSLEY, R.A. (org.). Paulo e o império: religião e poder na sociedade imperial romana. São Paulo: Paulus, 2004, p. 213-220.

FAUSTI, S. La fine del tempo: Prima lettera ai Tessalonicesi. Commentario spirituale. 2. ed. Casale Monferrato: Piemme, 2000.

FEE, G.D. The First and Second Epistles to the Thessalonians. Grand Rapids: Eerdmans, 2009.

FERREIRA, J.A. Primeira Epístola aos Tessalonicenses: a Igreja como esperança dos oprimidos. Petrópolis: Vozes, 1991.

HORSLEY, R.A. A construção de uma sociedade alternativa. Introdução. In: _____. (org.). Paulo e o império: religião e poder na sociedade imperial romana. São Paulo: Paulus, 2004, p. 203-212.

KOESTER, H. A ideologia imperial e a escatologia de Paulo em 1 Tessalonicenses. In: HORSLEY, R.A. Paulo e o império: religião e poder na sociedade imperial romana. São Paulo: Paulus, 2004, p. 161-168.

MANINI, F. Lettere ai Tessalonicesi: introduzione, traduzione e comento. Milano: San Paolo, 2012.

O’CONNOR, J.M. Paulo de Tarso: história de um apóstolo. São Paulo: Loyola, 2007.

PESCE, M. As duas fases da pregação de Paulo. São Paulo: Loyola, 1996.

ROSSI, L.A.S. O evangelho contraimperial de Paulo. In: FIGUEIREDO, T.J.A.; CATENASSI, F.Z. Paulo: contexto e leituras. São Paulo: Paulinas, 2018, p. 137-152.

SCHNELLE, U. Paulo: vida e pensamento. São Paulo: Academia Cristã, 2014.

SCHÜRMANN, H. A primeira Epístola aos Tessalonicenses. Petrópolis: Vozes, 1969.

SILVA, V. Organização da carta e articulação teológica. In: PERONDI, I.; SILVA, V. ARTUSO, V. Mês da Bíblia 2017: Para que n’Ele nossos povos tenham vida. Primeira Carta aos Tessalonicenses. Texto-base. Brasília: CNBB, 2017, p. 32-34.

TRIMAILLE, M. A primeira Epístola aos Tessalonicenses. São Paulo: Paulinas, 1986.

ZEDDA, S. Para leer a San Pablo. Salamanca: Sígueme, 1965.

Downloads

Publicado

06/10/2021

Como Citar

CATENASSI, F. Z.; PERONDI, I. A fraternidade da igreja de Tessalônica como resistência à vida social no império (1 Tessalonicenses 1,1-10). Estudos Bíblicos, São Paulo, v. 35, n. 139, p. 330–343, 2021. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/61. Acesso em: 27 nov. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>