Uma leitura ecológica das leis de Israel no Código da Aliança: Ex 20,22-23,33

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54260/eb.v38i145.959

Palavras-chave:

Código da Aliança, ecologia, terra, animais, vida

Resumo

Este trabalho pretende fazer uma leitura ecológica das leis dos hebreus no Código da Aliança (Ex 20,22-23,33), a partir dos elementos apontados nas leis que se refiram à natureza vegetal, animal e mineral. O objetivo é apontar para a exigência do Código da Aliança aos israelitas de que deveriam ter claro que Iahweh estava presente em suas vidas e que os abençoaria quando da utilização dos animais para a realização do sacrifício assim como das pedras para a edificação dos altares. Mostrar também a exigência do cuidado dos animais e do cuidado da terra com a organização da produção agrícola que respeitasse o descanso da terra para a sua recomposição natural; e a exigência do cuidado da vida humana nesse conjunto de vida entre a natureza vegetal, mineral e animal. Esse conjunto que pode ser vislumbrado como correspondente à definição atual da ecologia de Leonardo Boff, ou seja, o conjunto da vida em um inter-relacionamento de todos os seres, vivos e inanimados. Pretende-se concluir que a lei bíblica no Êxodo aponta para o cuidado da natureza, o que nos dias de hoje é o cuidado da Casa Comum, na Encíclica Laudato Si’ do Papa Francisco. Pretende-se concluir também que a legislação de um povo deve estar a serviço da vida e da defesa do meio ambiente, assim como era a lei israelita, pois Iahweh ouvirá o grito do pobre tal como ouviu o grito dos hebreus escravizados no Egito.

Biografia do Autor

Reginaldo de Abreu Araujo da Silva, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, Brasil

Mestre em Ciências da Religião (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). Doutorando em Ciência da Religião pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, Brasil.

Referências

ANDIÑACH, Pablo R. O livro do Êxodo: um comentário exegético-teológico. São Leopoldo: Sinodal; EST, 2015.

BÍBLIA de Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2002.

BOFF, Leonardo. Ecologia: grito da terra, grito dos pobres: dignidade e direitos da Mãe Terra. Petrópolis: Vozes, 2015.

BRÄUMER, Hansjörg. Êxodo: Comentário Esperança. Curitiba: Editora Evangélica Esperança, 2020.

DICIONÁRIO latim-português: termos e expressões. São Paulo: Edipro, 2016.

FRANCISCO, Carta encíclica Laudato Si’ do Santo Padre Francisco sobre o cuidado da casa comum. São Paulo: Paulus; Loyola, 2015.

GARCÍA LÓPEZ, Félix. Éxodo. Bilbao, España: Editorial Desclée de Brouwer, 2007.

GARCÍA LÓPEZ, Félix. O Pentateuco: introdução à leitura dos cinco primeiros livros da Bíblia. São Paulo: Editora Ave-Maria, 2004.

HAMILTON, Victor P. Comentário de Êxodo. São Paulo: Cultura Cristã, 2017.

REIMER, Haroldo. Bíblia e ecologia. São Paulo: Editora Reflexão, 2010.

REIMER, Haroldo. Sobre economia no antigo Israel e no espelho de textos da Bíblia Hebraica. In: REIMER, Ivoni Richter (Org.). Economia no mundo bíblico: enfoques sociais, históricos e teológicos. São Leopoldo: CEBI; Sinodal, 2006. p. 7-32.

REIMER, Haroldo; REIMER, Ivoni Richter. Tempos de graça: o jubileu e as tradições jubilares na Bíblia. São Leopoldo: CEBI; Sinodal; São Paulo: Paulus, 1999.

SILVA, Reginaldo A. A. Alguns apontamentos sobre a economia dos hebreus a partir do Código da Aliança (Ex 20,22-23,22). In: ULLOA, Boris Agustín Nef; ARAUJO, Gilvan Leite; GRENZER, Matthias (Orgs.). Simpósio Paulista de Estudos Bíblicos (2. 2022: São Paulo, SP) Bíblia e Economia [recurso eletrônico]: anais. São Paulo: PUCSP, 2022, p. 104-111.

VILLAS BOAS, Alex. Meio ambiente & teologia. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2012.

Downloads

Publicado

31/03/2023

Como Citar

DE ABREU ARAUJO DA SILVA, R. Uma leitura ecológica das leis de Israel no Código da Aliança: Ex 20,22-23,33. Estudos Bíblicos, São Paulo, v. 38, n. 145, p. 79–89, 2023. DOI: 10.54260/eb.v38i145.959. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/959. Acesso em: 27 maio. 2024.