Jesus cura no caminho: traços de uma antropologia da saúde no evangelho de Marcos

Autores

  • Artur Peregrino

Palavras-chave:

Cura do caminho

Resumo

O evangelho de Marcos, no qual, nas entrelinhas de uma cristologia, percebe-se os traços de uma antropologia, nos mostra um Jesus pés no chão, em contato direto com as pessoas excluídas da sociedade de sua época. Na segunda parte do evangelho, a partir do capítulo 8, na viagem para Jerusalém, o destaque é o “caminho”, ao longo do qual Jesus explica aos discípulos sua
ação libertadora no meio dos pobres e desvalidos de seu tempo. E, no caminho, Jesus cura e liberta. Tal prática de Jesus inspira o Grupo de Peregrinas e Peregrinos do Nordeste (GPPN) que programam caminhadas ao encontro do povo brasileiro sofrido, em situações diversas, continuando o caminho de Jesus, curando pela solidariedade e serviço aos mais pobres de nossa sociedade.
Assim foi a peregrinação de julho de 2011, posta em foco neste artigo, na 4ª parte, “A cura no caminho, hoje”.

Referências

BARROS, Marcelo & PEREGRINO, Artur. A festa dos Pequenos. Romarias da terra no Brasil. São Paulo: Paulus, 1996.

BÍBLIA DE JERUSALÉM. São Paulo, Ed. Paulinas, 1985.

COMBLIN,José. Cidadania, lei e liberdade. In: Estudos Bíblicos, n. 79, 2003, p. 101-110.

CNBB – Campanha da Fraternidade 1981 – Saúde e Fraternidade. São Paulo: Ed. Paulinas, 1981. 9

CORREIAJÚNIOR.Opoder de Deus em Jesus: um estudo de duas narrativas de milagres em Mc 5,21-43. São Paulo: Paulinas, 2000.

NOGARE, Pedro Dalle. Humanismos e anti-humanismos. Petrópolis: Vozes, 1994.

GRÜN, Anselm&DUFNER, Meinrad. Asaúde como tarefa espiritual. Petrópolis:Vozes, 2005.

KONINGS, Johan. Marcos. São Paulo: Loyola, 1994.

SOARES, Sebastião Armando Gameleira; CORREIAJR., João Luiz Correia. Evangelho de Marcos. Refazer a casa. Petrópolis: Vozes, 2002.

Downloads

Publicado

15/11/2021

Como Citar

PEREGRINO, A. . Jesus cura no caminho: traços de uma antropologia da saúde no evangelho de Marcos. Estudos Bíblicos, São Paulo, v. 28, n. 111, p. 85–102, 2021. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/389. Acesso em: 1 mar. 2024.