Um ensinamento novo que liberta: Mc 1,21-28

Autores

  • José Raimundo Oliva Centro de Estudos Bíblicos de Pernambuco, Brasil

Palavras-chave:

sinagoga, casa, libertação, conflito, cristologia, poder, opressão, serviço, vida

Resumo

Neste artigo a perícope de Mc 1,21-28 será analisada no contexto de seu evangelho tendo em vista, também, o contexto em que este evangelho foi escrito. Isto envolve considerações sobre a tradição cristológica que já circulavam nas comunidades e sobre as suas raízes no Antigo Testamento. Pode-se perceber que a perspectiva de Marcos ao escrever seu evangelho é resgatar Jesus em sua vida, em seus atos e palavras, o que estava omisso na tradição cristológica. Marcos, assim, tem em vista realçar o evento da Encarnação como o acontecimento fundamental no projeto de Deus de comunicar a vida plena para todos.

Biografia do Autor

José Raimundo Oliva, Centro de Estudos Bíblicos de Pernambuco, Brasil

Graduado em Teologia pela Escola Dominicana de Teologia (São Paulo). Licenciatura Plena em Filosofia, Psicologia e Sociologia pela Universidade Católica de Pernambuco. Formação em pesquisa bíblica pelo Curso de extensão do CEBI. Assessor do CEBI (Centro de Estudos Bíblicos) de Pernambuco.

Referências

BÍBLIA DE JERUSALÉM. Nova edição, revista e ampliada. São Paulo: Paulus, 2002.

MYERS, Ched. O Evangelho de São Marcos. São Paulo: Paulinas, 1992.

FINKELSTEIN, Israel; SILBERMAN, Neil Asher. The Bible unearthed. Nova York: Touchstone, 2002 (E a Bíblia não tinha razão. São Paulo: Girafa, 2003; edição esgotada).

GARAUDY, Roger. Deus é necessário? Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1995.

GARBINI, Giovanni. History and ideology in ancient Israel. Londres: SCM Press Ltd, 1997.

HORSLEY, Richard. Arqueologia, história e sociedade na Galileia: o contexto social de Jesus e dos rabis. São Paulo: Paulus, 2000.

LIVERANI, Mario. Para além da Bíblia – História antiga de Israel. São Paulo: Paulus, 2008.

PAGOLA, José Antônio. Jesus, aproximação histórica. Petrópolis: Vozes, 2014.

RICHARD, Pablo. O movimento de Jesus depois da ressurreição – Uma interpretação libertadora dos Atos dos Apóstolos. São Paulo: Paulinas, 1999.

RÖMER, Thomas. A origem de Javé: o Deus de Israel e seu nome. São Paulo: Paulus, 2016.

VV.AA. A Bíblia pós-moderna – Bíblia e cultura coletiva. São Paulo: Loyola, 2000.

VV.AA.; GUNDRY, Stanley (org.). Deus mandou matar? 4 pontos de vista sobre o genocídio cananeu. São Paulo: Vida, 2006.

Downloads

Publicado

07/10/2021

Como Citar

OLIVA, J. R. . Um ensinamento novo que liberta: Mc 1,21-28. Estudos Bíblicos, São Paulo, v. 34, n. 135, p. 281–291, 2021. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/98. Acesso em: 17 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>