O novo na liturgia no Livro do Deuteronômio: pode a centralização da liturgia ser nova e libertadora?

Autores

  • Pedro Kramer Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Brasil

Palavras-chave:

liturgia, centralização, sacrifício, celebrações, romaria, refeições comunitárias

Resumo

O estudo da liturgia no livro do Deuteronômio tem duas partes. A primeira descreve as causas da centralização do calendário litúrgico no templo de Jerusalém. E a segunda destaca os elementos novos, criados pelos liturgistas deuteronômicos, por causa da centralização da oferenda dos sacrifícios, das festas e comemorações no santuário central de Jerusalém. O ponto alto destas ações litúrgicas são as refeições comunitárias dos israelitas diante de Javé. Ninguém pode ser excluído ou marginalizado. Elas transformam a sociedade israelita na família de Javé e no seu povo santo. Elas promovem a fraternidade entre eles. Por isso, não pode mais existir nela empobrecidos e excluídos.

Biografia do Autor

Pedro Kramer, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Brasil

Mestrado em Teologia (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), Doutorado em Teologia (Faculdade EST). Professor da Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana, Brasil, da Faculdade de Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Brasil, e da Faculdade Palotina, Brasil.

Referências

BRAULIK, Georg. “Das Buch Deuteronomium”. Em: Erich Zenger et al. Einleitung in das Alte Testament. 8. ed. Stuttgart: Verlag W. Kohlhammer. 2012, p. 163-188.

BRAULIK, Georg. “Die Liebe zwischen Gott und Israel. Zur theologischen Mitte des Buches Deuteronomium”. IKaZ 41, 2012, p. 549-564.

BRAULIK, Georg. Deuteronomium 1-16,17. Wuerzburg: Echter Verlag. 1986.

BRAULIK, Georg. Deuteronomium II, 16,18-34,12. Wuerzburg: Echter Verlag. 1992.

DONNER, Herbert. História de Israel e dos povos vizinhos. V. II. Petrópolis: Vozes/São Leopoldo: Sinodal, 1997.

LOHFINK, Norbert. “Opferzentralisation, Saekularizierungsthese und mimetische Theorie”. Em: IDEM. Studein zum Deuteronomium und zur deuteronomistischen Literatur III.

SBAB 20. Stuttgart: Verlag Katholisches Bibelwerk, 1995, p. 219-260.

KRAMER, Pedro. Origem e Legislação do Deuteronômio. Programa de uma sociedade sem empobrecidos e excluídos. São Paulo: Paulinas. 2006.

KRAMER, Pedro. “‘Céu como bronze e terra como ferro’ (Dt 28,23). Ecologia no Livro do Deuteronômio”. Estudos Bíblicos 118, Abr./Jun. 2013, p. 183-194.

KRAMER, Pedro. “A presidência da liturgia é responsabilidade dos sacerdotes ou dos leigos? Pode a mulher também exercê-la?” Em: Teologia Feminista. Tecendo fios de ternura e resistência. Lucia Weiler/Raquel Pena Pinto/Sandra Maira Pires (Orgs.). Porto Alegre: ESTEF, 2008.

KRAMER, Pedro. “Estrangeiro, órfão e viúva na legislação deuteronômica. Programa de uma sociedade igualitária, de solidariedade e de partilha”. REMHU 35, Jul./Dez. 2010, p. 247-264.

Downloads

Publicado

12/10/2021

Como Citar

KRAMER, P. . O novo na liturgia no Livro do Deuteronômio: pode a centralização da liturgia ser nova e libertadora?. Estudos Bíblicos, São Paulo, v. 32, n. 126, p. 198–215, 2021. Disponível em: https://revista.abib.org.br/EB/article/view/188. Acesso em: 17 jul. 2024.